Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Exercícicios físicos para quem tem Osteoporose

Atividades Físicas
Exercício físicos - Osteoporose

Exercícicios físicos para quem tem Osteoporose

Osteoporose

As transformações ocorridas no século XX têm produzido impacto na estrutura etária da população e na distribuição quanto à morbimortalidade, o que exige mudanças nas respostas de cada sociedade em relação aos problemas de saúde.

A redução da fecundidade e o aumento da expectativa de vida resultam no envelhecimento da população e aumento das taxas de doenças crônico-degenerativas, entre as quais a osteoporose.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há uma estimativa de crescimento no número de idosos de cerca de 25 milhões de pessoas em 2020, dos quais aproximadamente 15 milhões do sexo feminino.

 A osteoporose é uma doença metabólica do tecido ósseo, caracterizada por perda gradual da massa óssea, que enfraquece os ossos por deterioração da microarquitetura tecidual óssea, tornando-os mais frágeis e suscetíveis a fraturas.

A perda da independência funcional, decorrente da incapacidade de ambular, é a principal consequência da fratura de quadril, seja por limitação funcional ou por medo de quedas. A inatividade física leva à piora da osteoporose e aumenta ainda mais os riscos de quedas e novas fraturas.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 1/3 das mulheres brancas acima de 65 anos são portadoras da osteoporose. Apesar de ser uma doença predominante em mulheres, ela também atinge os homens, estimando-se que cerca de 1/5 dos homens brancos acima de 60 anos têm 25% de chance de adquirir uma fratura osteoporótica.

A atividade física ou a prática regular de exercícios físicos influenciam a manutenção das atividades normais ósseas, e por este motivo a atividade física vem sendo indicada no tratamento da osteoporose.

Entretanto, a relação entre atividade física, exercício físico e osteoporose tem levado pesquisadores a abordar várias discussões sobre este assunto, buscando melhor conhecimento sobre fatores como a intensidade, frequência e duração dos exercícios utilizados como método de prevenção e tratamento da patologia.

A osteoporose é uma doença que atinge os ossos, mais comum em mulheres do que nos homens. É uma doença caracterizada pela perda de massa óssea e decorrente do envelhecimento.

Essa perda é um processo lento e que não costuma apresentar sintomas, a menos que o indivíduo sofra uma fratura que, em muitas vezes, ocorre de uma forma natural, não necessariamente por um trauma.

Osteoporose

O tratamento visa reduzir dores e reduzir a perda de massa óssea e evitar fraturas futuras.

A prática de exercícios físicos regulares pode reduzir o risco de fraturas. Os mais recomendados são: exercícios com carga (musculação), andar, correr, dançar. O ideal é evitar qualquer atividade que aumente o risco de queda, visto que pessoas com osteoporose são mais propensas a fraturar ossos em atividades de alto impacto.

A Equipe de professores de Ed. física do Spa Sorocaba está apta a avaliar e ministrar exercícios adequados.