Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Anorexia Nervosa

Psicologia
Anorexia Nervosa

Anorexia Nervosa

Anorexia Nervosa – 90% dos acometidos são mulheres!

Se o excesso de comida preocupa, seu oposto também é verdadeiro: a anorexia nervosa é um problema que resulta da soma de padrões comportamentais disfuncionais com aspectos culturais, como os padrões inatingíveis de beleza, a gordofobia e a glorificação do corpo feminino pré-púbere.

Ela costuma se manifestar por volta dos 17 anos, período que costuma ser estressante pois marca o rompimento com o mundo infantil e a atribuição de novas responsabilidades, como morar longe dos pais ou escolher uma profissão. A manifestação tardia da doença, porém, também pode acontecer.

90% dos acometidos são mulheres, o que não é de se estranhar, considerando a crueldade do julgamento do corpo feminino em relação ao masculino – algo que se mantém ao longo dos séculos.

Séculos estes que já trazem registros da doença: os primeiros casos documentados datam da Idade Média, onde meninas abdicavam da alimentação ora por considerar pecado o prazer da gula; ora para se tornarem feias e serem preteridas em casamentos forçados.

Cultura

Embora a cultura seja um fator determinante na doença, também há o aspecto comportamental: anoréxicas costumam ser pessoas perfeccionistas, ansiosas e obsessivas. Elas distorcem a própria imagem corporal, enxergando gordura onde só há pele.

Pode estar associada a outros quadros, como: depressão, transtornos de personalidade, abuso de substâncias, etc.

Ao contrário do que se pensa, pessoas acometidas por este quadro sentem fome normalmente. Porém, existe algo similar a uma fobia em relação à comida: é como um pecado mortal. Ela costuma negar a fome para que os outros não a estimulem a comer.

Há também quem substitua a comida pelo consumo de álcool, objetivando não apenas a perda de peso, mas também acelerar o efeito da substância no organismo. É absorvida mais rapidamente quando estamos de barriga vazia. Tal comportamento é ainda mais nocivo, uma vez que o álcool representa uma caloria vazia, sem nenhum valor nutricional. A pessoa pode ficar muito tempo sem ingerir nenhum alimento, apenas bebendo. O que degenera seu corpo rapidamente e necessita de intervenção rápida.

Tratamento da Anorexia Nervosa

O tratamento é feito por uma equipe multiprofissional, dependendo da gravidade e do avanço do problema, pode ser necessária hospitalização.

Os prognósticos são variados, há quem apresente um caso isolado e se recuperem rapidamente. Há também quem precise de cuidados profissionais no resto da vida. Ainda assim, estes últimos podem ter uma qualidade de vida substancialmente melhor se forem submetidos a tratamento. Entre os recursos mais indicados estão a terapia cognitivo-comportamental combinada à medicação psiquiátrica.

Anorexia Nervosa

 

Veja também  A influência negativa da mídia e os transtornos alimentares!