Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Transtorno do Pânico

Olhar triste de Frustração

Transtorno do Pânico

Os relatos de pacientes que já tiveram um ataque de pânico impressionam pela intensidade e pelas consequências na qualidade de vida da pessoa. Apesar de durar apenas alguns minutos, eles produzem um considerável desconforto no paciente. Além de sintomas físicos alarmantes, como: sufocação, tontura, sudorese, tremores e taquicardia, os pacientes com transtorno de pânico com frequência tem a sensação de morte iminente. A maioria dos pacientes também apresenta a chamada agorafobia, ou seja, medo de estar em local ou situação da qual seria muito difícil ou embaraçoso sair. Pelo fato dos ataques serem recorrentes, os pacientes com frequência desenvolvem uma ansiedade antecipada, preocupando-se constantemente com o fato de quando e onde irá ocorrer o próximo ataque. Esses pacientes diminuem com frequência suas viagens para tentar controlar a terrível situação de ter um ataque de pânico num local do qual eles não possam sair facilmente.
Os ataques podem vir do nada, sem desencadeantes ambientais ou internos, porém há evidências fortes que os fatores psicológicos podem ser muito relevantes nos ataques de pânico. Os pacientes com transtorno de pânico podem ter uma maior incidência de eventos estressantes na vida, principalmente perdas, separações e mudanças nos meses anteriores do início do transtorno. O tratamento, na maioria das vezes, é uma combinação de medicamentos e psicoterapia.
Muitos pacientes com resistência em tomar medicação não levam o tratamento a sério e param por conta do uso de remédios. Porém, muitos esquecem que é necessário ser seguido de forma séria, com início, meio e fim com acompanhamento médico e psicológico. É importante ressaltar que ainda há muito preconceito em relação às doenças mentais e emocionais. Isso prejudica muito o processo, pois muitos pacientes se sentem discriminados e abandonam o tratamento. A abordagem psicológica cognitiva-comportamental apresenta resultados muito eficazes no tratamento do transtorno de pânico, pois ela tem caráter mais breve e é focada no alívio dos sintomas, trazendo mais segurança ao paciente e o ajudando a desenvolver estratégias para lidar com o problema.