Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Vitaminas e Saúde Oral

alimentação saudável

Vitaminas e Saúde Oral

A dieta alimentar está diretamente associada à saúde geral do nosso corpo e também ao bem estar da cavidade oral. Parte de uma dieta alimentar saudável, as vitaminas e os sais minerais são muito importantes para a manutenção das funções e saúde bucal.

As vitaminas são classificadas em dois grandes grupos: lipossolúveis e hidrossolúveis. As do primeiro grupo compreendem as vitaminas A, D, E e K, já as demais são as do complexo B e vitamina C, que são mais facilmente absorvidas pelo intestino, se comparadas com as lipossolúveis.

A falta de vitaminas pode acarretar manifestações na cavidade oral, incluindo gengivites, doenças periodontais e escorbuto oral, associados à placa bacteriana como agente causador.

O tratamento para as manifestações orais das avitaminoses consiste em: motivação do paciente na realização da higiene oral correta, remoção do agente (placa bacteriana) e alimentação adequada. Se necessário, associar suplementação vitamínica de modo a restabelecer as funções normais do organismo.

As manifestações bucais

Falta de vitamina D – raquitismo, como anomalia de desenvolvimento da dentina e do esmalte, erupção retardada e má posição dos dentes nas arcadas, abcesso espontâneo como desordem metabólica, hipoplasia acentuada, má oclusão e doenças periodontais crônicas.

Falta de vitamina C e A – gengivite ulcerativa e o desenvolvimento rápido de bolsa periodontal com esfoliação do dente. Esse conjunto de sintomas é denominado de Gengivite Escorbútica.

Para que a saúde se estabeleça, há necessidade da síntese de colágeno e outras macro moléculas. Por isso, deve haver um suprimento adequado de vitaminas C, A e D, proteínas e minerais, como ferro e zinco.

Outras manifestações bucais por falta de vitamina C incluem a gengivite crônica, mucosa avermelhada e dolorida, enfraquecimento no osso e aumento da mobilidade dentária, e mau hálito.

Ingestão diária recomendada (60mg/dia)

A deficiência de vitamina A pode causar alterações nas glândulas salivares, degeneração do ligamento periodontal e hiperplasia gengival (aumento da gengiva), e cegueira noturna. A ingestão diária recomendada é de 900RE (unidade de rotina).

Contudo, seu excesso pode causar fissura nos lábios, dores na ATM (articulação entre a mandíbula e o crânio), queda de cabelo, aumento do baço, descamação de pele e mucosas.

As vitaminas do complexo B, mais especificamente, B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B6 (piridoxina), B12 (cobalamina) e a niacina ajudam a manter a saúde dos nervos, pele, olhos, cabelos, fígado, boca e todo o aparelho gastrointestinal.

A manifestação de sua deficiência na cavidade oral está associada à sensibilidade na língua e boca, inflamação na gengiva e inchaços graves. A língua pode ficar com algumas fissuras ou com áreas que aparentam estar lisas; isso ocorre pela destruição das papilas gustativas, que pode acarretar casos mais graves de perda temporária do paladar, muita dor ao deglutir e falta de coordenação na fala.

Se alguns desses sinais e sintomas descritos anteriormente foram identificados, procure um cirurgião dentista capacitado a entender e a diagnosticar corretamente as avitaminoses, assim como remover o agente causador das inflamações, e orientar quanto à importância da higiene e de uma alimentação balanceada para preservar a saúde oral.

Neste sentido, a área odontológica do Spa Sorocaba avalia a cavidade oral e traça um plano de tratamento personalizado para cada paciente, pois conta com uma equipe diferenciada, dotada de profissionais altamente capacitados, e uma infraestrutura com equipamentos de última geração.

WhatsApp chat