Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Auto estima

Auto estima

Auto estima

Auto Estima

Posso dizer que a auto estima é uma das coisas essenciais para uma pessoa se sentir feliz. Mas o que é esta tal de auto-estima? Podemos defini-la como o conjunto de afetos e representações que construímos sobre nós mesmos, ou recebemos dos outros, sobre nós mesmos. Ela forma uma espécie de núcleo que reúne as características pelas quais nos reconhecemos e investimos (ou não) em nós mesmos. Ela começa a se desenvolver na infância com a ajuda dos pais ou dos cuidadores.

A auto estima precisa ser plantada, cuidada para que ela se desenvolva. Uma criança, desde o nascimento, precisa de amor, carinho, atenção e afeto. Todo este investimento dos pais começa a gerar na criança uma confiança, um sentimento de que ela é amada, querida e esperada, esse é o início do desenvolvimento da auto-estima.

Ter auto-estima significa sentir segurança, confiança em si mesmo, acreditar e gostar de si mesmo. Sem dúvida, alimentar experiências assim na vida das crianças certamente faz diferença na vida adulta. Esta pessoa terá mais chances de se desenvolver emocionalmente e ter relacionamentos produtivos na vida. Não significa que as pessoas que estão em paz consigo mesmas, que possuem uma auto-estima elevada, não sofram ou não passam por dificuldades com seus conflitos. A diferença fundamental é que aqueles que têm boa auto-estima sentem-se mais fortalecidas e colocam seus recursos internos para trabalhar a seu favor frente aos problemas.

Uma reflexão importante para se fazer é a seguinte:

Como nós, os nossos pais também são falhos. Por isso, nem sempre eles (ou nós mesmos) terão (teremos) recursos suficientes para gerar em seus (nossos) filhos situações que apenas favoreçam o desenvolvimento de uma boa relação consigo mesmo, uma boa auto-estima. Sempre haverá falhas e isso é normal, humano. A perfeição não existe, apesar de muitas vezes corrermos atrás dela como loucos, e perdermos muito tempo com isso, diga-se de passagem.

Nesse processo de desenvolvimento da auto-estima podem ocorrer mais falhas do que acertos: o ambiente pode não favorecer, abrindo espaço para o desenvolvimento de traumas e conflitos profundos, que podem provocar transtornos emocionais. Neste caso, a ajuda de um psicólogo é bastante útil para que se possa trabalhar essas questões, e assim ajudar a pessoa a se fortalecer emocionalmente, obter recursos e reparar, com a ajuda do outro, essas falhas.

A Boa Auto Estima

Uma boa auto estima é ingrediente fundamental para se ter qualidade de vida. Para cuidar bem de si mesmo é preciso em primeiro lugar, gostar de si, acreditar em si mesma. E para realizar mudanças em nossa vida também precisamos ter determinação, motivação e esperança. De onde tiramos tudo isso? De dentro de nós mesmos. Então, se algo está errado procure ajuda, cuide-se, olhe para dentro de você e faça algo, pois se você não fizer ninguém o fará!!

Todos nós, seres humanos, somos falhos, precisamos do outro, passamos por situações difíceis, enfim, temos momentos felizes e outros nem tanto, mas essa é a vida, cheia de desafios e dissabores, mas são com essas coisas que aprendemos a ser pessoas melhores, mais maduras, mais humildes e mais tolerantes.

Veja também Espiritualidade e Bem-estar