Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Obesidade e Exercício

Educação Física
obesidade e exercício - spa sorocaba

Obesidade e Exercício

Obesidade e Exercício

 

Nos últimos anos, o exponencial e alarmante aumento no número mundial de obesos e indivíduos com sobrepeso também está atingindo o Brasil, pois aproximadamente metade de nossa população encontra-se acima do peso. Diversas são as causas para este resultado, sendo o sedentarismo e a alimentação inadequada, rica em lipídios, carboidratos e açúcares e pobre no consumo de frutas, vegetais, nozes e alimentos integrais, os principais vilões. Entretanto, existem várias estratégias para redução do peso corporal, porém algumas, quando feitas de maneira inadequada, podem ser prejudiciais à saúde dos indivíduos.

O exercício físico, principalmente associado a um controle alimentar, é um dos protagonistas utilizados para promover e/ou acelerar a perda de peso. A realização de exercícios físicos para a perda de peso e manutenção deste inclui sessões somadas de atividade física de aproximadamente 250 a 300 minutos por semana de atividade moderada.

Seguindo neste contexto, recomenda-se que indivíduos obesos ou com sobrepeso participem de pelo menos 150 minutos por semana de atividade moderada para obter e manter benefícios para a saúde, em que o exercício é realizado com intensidade entre 50 a 74% do VO2 de pico.

A atividade intensa parece apresentar o mesmo custo energético da atividade moderada quando comparamos diferentes tempos de execução, ou seja, para alcançarmos um mesmo balanço calórico, o volume e o tempo de execução de exercício realizados na atividade intensa são menores do que na atividade moderada.

Entretanto, há o alerta para os possíveis riscos cardíacos e ortopédicos, principalmente na população obesa, que a atividade intensa pode provocar.

obesidade e exercício

Deve ser levado em consideração que não apenas a intensidade do exercício pode influenciar a perda de peso, mas também o volume e o tipo de exercício realizado. Uma perda de peso mínima poderá ser observada com treinamentos utilizando baixo volume de exercício, tanto em intensidades moderadas
quanto altas, sem nenhum tipo de restrição calórica. Já exercícios de resistência não parecem levar diretamente à perda de peso, porém preservam a massa muscular. É importante ressaltar que programas de exercícios aeróbios de moderada intensidade, sem restrição calórica, induzem apenas a modesta perda de peso.

Para potencializar os resultados é fundamental o acompanhamento de uma nutricionista e um professor de educação física na elaboração e acompanhamento do programa.