Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Distúrbios do Sono

Sono, dormir melhor

Distúrbios do Sono

O sono é parte essencial da existência humana, pelo simples fato das pessoas passarem um terço da vida dormindo. Um sono de boa qualidade é essencial para o bem-estar físico e emocional.
O sono representa um estado individual reversível de desligamento da percepção do ambiente e com modificação do nível de consciência e da responsividade a estímulos internos e externos. Trata-se de um processo ativo envolvendo múltiplos e complexos mecanismos fisiológicos e comportamentais em vários sistemas e regiões do sistema nervoso central. A função mais simples do sono destina-se à recuperação pelo organismo de um possível débito energético estabelecido durante a vigília.
Muitos estudos têm demonstrado que os fatores psicológicos têm um papel muito importante nas causas de numerosos distúrbios do sono, o que permitiu a utilização de um amplo repertório de estratégias psicológicas para melhorar o sono desses pacientes.
Dentre os distúrbios do sono, a insônia é um dos mais freqüentes e se apresenta como dificuldade para iniciar ou permanecer dormindo, ter muitos despertares durante a noite ou uma alteração do padrão do sono, que ao despertar, faz com que o indivíduo tenha a sensação de ter dormido pouco. A insônia não é uma doença, é um sintoma que possui muitas causas diferentes, incluindo distúrbios emocionais, físicos e o uso de medicamentos.
A Psicologia contribui através de conceitos, técnicas e métodos específicos e exclusivos à sua área, a fim de criar um espaço para a solução de problemas de ajustamento e condições de auto-realização, de convivência e de desempenho para o indivíduo. A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) tem apresentado eficiência no tratamento dos distúrbios do sono, principalmente com a insônia.
A primeira meta da Terapia Cognitiva Comportamental no tratamento da insônia é a de orientar o paciente para o modelo cognitivo-comportamental, identificar pensamentos automáticos negativos a respeito do sono e promover uma avaliação real do sono por meio de técnicas específicas.
Através do conhecimento do modelo cognitivo-comportamental, as cognições são exploradas, questionadas e gradualmente substituídas por pensamentos e crenças mais adaptativas. Por meio dessa reestruturação que influencia diretamente o estado emocional e o comportamento do paciente, que haverá uma implicação numa modificação na qualidade do seu sono.