Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Câncer de Próstata e Espiritualidade

Psicologia
Câncer de próstata e espiritualidade

Câncer de Próstata e Espiritualidade

Vamos falar de Câncer de Próstata e Espiritualidade

A espiritualidade pode ser definida como “Um modo de ser e de sentir que ocorre pela tomada de consciência de uma dimensão transcendente, sendo caracterizada por certos valores identificáveis com relação a si mesmo, aos outros, à natureza, à vida”(Elkins,2000).

 

A Espiritualidade Segundo a Filosofia

Espiritualidade é a recusa de que a vida se esgote na sua materialidade, numa existência que tem sentido em si mesma. Nesta direção, a ideia de espiritualidade está conectada à noção de transcendência. Isto é, o sentido é construído para além do imediato, do momento; ele está mergulhado numa história que faz sentido pela própria capacidade de honrar a vida. E, portanto, a ideia de que a vida (seja nossa ou de outras formas de vida) tem que ser decente”. (Mário Sérgio Cortella).

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS)

“Espiritualidade é o conjunto de todas as emoções e convicções de natureza não material que pressupõem que há mais no viver do que pode ser percebido ou plenamente compreendido, remetendo o indivíduo a questões como o significado e o sentido da vida, não necessariamente a partir de uma crença ou prática religiosa. Reconhecendo sua importância para a qualidade de vida, a OMS incluiu a espiritualidade no âmbito dos domínios que devem ser levados em conta na avaliação e promoção de saúde em todas as idades”.

 

Câncer de Próstata e EspiritualidadeA espiritualidade é universal e não se restringe a uma cultura, religião ou a um determinado grupo de pessoas, ela é inata, disponível, não está relacionada com práticas ritualistas ou religiosas, mas sim, com o milagre da vida e a essência de viver. Sua manifestação é variável e caracterizada pelo desejo de celebrar a vida e por meio dos pensamentos, sentimentos e comportamentos coloca-nos diante da dimensão sagrada da existência humana.

 

Intimamente, cada ser humano, deseja intensamente encontrar um sentido maior e profundo que vá além da materialidade e esse desejo se realiza no exercício da espiritualidade que promove e mantém a esperança, aprimora um entendimento profundo de nós mesmos e de nossa vida.

 

A Psicologia da Saúde tem especificado a espiritualidade e religiosidade como aspectos que auxiliam o enfrentamento da doença. Contribuem também para a melhoria da qualidade de vida e prevenção de doenças, por enfatizar dimensões sadias do desenvolvimento humano (CALVETTI; MULLER; NUNES, 2007).

 

Frankl (1985) afirma “o homem não é destruído pelo sofrimento; ele é destruído pelo sofrimento sem sentido”.

 

A espiritualidade proporciona possibilidades de encontrar sentido e  respostas fundamentais à questionamentos que fazemos sobra a vida, o sofrimento, a doença e a morte.

Crenças religiosas e práticas espirituais podem reduzir o senso de perda de controle e de isolamento e prover melhor estruturação cognitiva, reduzindo o sofrimento e aumentando o propósito e significado da vida (Breitbart e Heller, 2003).

Receber um diagnóstico de Câncer de Próstata geralmente traz ao paciente aspectos emocionais que merecem ser avaliados e estudados, afinal, sabe-se que a eficácia do tratamento, tanto cirúrgico quanto quimio e radioterápico, dependerá muito do estado emocional do paciente. Além disso, um diagnóstico de câncer sempre traz fortes abalos emocionais ao paciente que passa a vivenciar a doença com muita angústia, ansiedade, depressão e temor da morte (Corrêa 2000).

Os sentimentos desencadeados pela vivência espiritual pode trazer maior entendimento sobre a doença, promove a auto-aceitação, conforto emocional, compaixão e autocompaixão, o perdão e conduz a um enfrentamento positivo  do adoecer, sentimentos  que trazem benefícios importantes ao sistema imunológico do paciente e que estão relacionados à saúde física e mental.