Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Câncer de Próstata e Depressão

Psicologia
câncer de próstata e depressão

Câncer de Próstata e Depressão

Vamos falar de Câncer de Próstata e Depressão

A associação entre câncer de próstata e quadros depressivos, é muito comum e contribui para uma má qualidade de vida dos pacientes diagnosticados.

O diagnóstico de depressão se torna ainda mais difícil devido às alterações do humor do paciente, que sente sua vida ameaçada, vivenciando a dor e momentos de fadiga, principalmente ao se submeter às multimodalidades de tratamentos oncológicos necessários (Kaplan et al., 1997).

Há várias hipóteses relacionando depressão e o câncer, dentre elas estão aquelas em que veem os sintomas depressivos como sintoma da neoplasia, os que creem que esses sintomas possam aumentar a propensão ao desenvolvimento de câncer, e aqueles que defendem a ideia de uma associação. Entretanto, ainda não há um consenso entre os pesquisadores da área(Teng et al., 2005).

A depressão é uma doença psiquiátrica crônica e recorrente que produz alteração do humor, onde a pessoa tem uma visão negativa de si mesma, do outro e do mundo a sua volta, causando uma tristeza profunda, associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima, fadiga, distúrbios do sono e do apetite.

O tratamento psicológico do paciente com câncer consiste em

  • Promover e manter sua motivação e adesão aos tratamentos necessários.
  • Desenvolver e treinar habilidades para enfrentar situações de risco que agravam o quadro da doença.
  • Controlar os estados depressivos decorrentes ao diagnóstico, tratamento e prognóstico da doença.

Pacientes que recebem apoio psicológico, onde podem expressar suas preocupações, conflitos e emoções em relação ao câncer, apresentam maiores condições de enfrentamento da doença, da reabilitação ou no enfrentamento de sua fase terminal.