Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Ame-se e Emagreça!

Emagreça e seja mais feliz

Ame-se e Emagreça!

A Obesidade é considerada pela Organização Mundial da Saúde, como uma doença, estando catalogada no Código Internacional de Doenças (CID). É caracterizada pelo excesso de massa  (gordura) de um indivíduo, lhe trazendo prejuízos à saúde. O excesso de gordura está relacionado à ingestão calórica maior que a queima calórica.

A obesidade pode ter características genético-hereditárias, ou ainda estar relacionadas a certas doenças. Ela é o resultado de diversas combinações que caracterizam e distinguem o indivíduo, especialmente em sua saúde e nutrição. Dentre os fatores que se combinam, chamam a atenção os  genéticos,  ambientais e os psicológicos.

Aprendemos a nos alimentar, nos primeiros instantes de nossas vidas, sob os olhares afetuosos, a proteção, afagos e carinhos de nossas mães ou cuidadores. Nesse instante aprendemos que ao nos alimentar saciamos não só uma necessidade física, mas também nossas necessidades de amor, proteção e carinho.

Esse aprendizado nos acompanha na vida adulta, e às vezes, podemos buscar no momento da alimentação não só saciar a necessidade física, mas também, a necessidade de proteção, carinho, conforto e alívio para os nossos conflitos. Sentimentos como contrariedade, sentimentos de impotência, raiva, stress e culpa, levam a pessoa a comer mais. Como consequência, a pessoa engorda o que a leva a comer ainda mais.

Comer não consiste numa ação automática. Processos automáticos são involuntários, como os batimentos cardíacos ou o processo digestivo. Você não decide deixar seu coração bater e nem pode interromper o processo digestivo, porém você decide se vai comer ou não comer, o que vai comer e o quanto vai comer. Pensando que caloria é caloria, não importa quando, onde ou porque, precisamos estar equilibrados emocionalmente para fazer nossa escolha alimentar.

Para emagrecer é preciso alimentar-se adequadamente e se relacionar de forma saudável com a comida para se livrar da cobrança e da culpa. A culpa engorda, o perdão emagrece!

O alimento assume muitas vezes, a função de aliviar a ansiedade, depressão, raiva ou culpa.

É importante percebermos o quanto estamos levando desses sentimentos para a mesa, nos alimentando deles ou buscando um alívio ou a própria solução de nossos problemas no momento da alimentação. Diante da dificuldade para expor e resolver seus conflitos a pessoa busca suprir todas essas dificuldades na alimentação.

Sentir-se amado é uma necessidade primária e fundamental para um desenvolvimento saudável. Precisamos sentir-nos amados ao nascer, viver e morrer. Portanto, goste de você!

A autoestima é a maneira pela qual uma pessoa se sente em relação a si mesma. É o juízo geral que faz de si mesma, isto é, o quanto gosta de sua própria pessoa. A autoestima não é uma pretensão ostensiva. É um sentimento calmo de auto-respeito, um sentimento de valor próprio. Quando a sentimos interiormente ficamos satisfeitos em sermos nós mesmos.

Para emagrecer é preciso gostar de você, é necessário estar disposto a cuidar de você e só você pode fazer isso. Não existe bolo da paz, pizza de coragem, biscoito de carinho ou pudim de amor, o que existe e é fundamental neste momento é o seu amor próprio. Não espere emagrecer para começar a gostar de você, nesta caminhada você deve seguir no sentido contrário, isto é, primeiro ame-se pra depois emagrecer!

Dra. Cláudia P. S. Nogueira
Psicóloga l CRP: 06/32758
Centro de Psicologia – Spa Sorocaba