Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

A Frustração pode interferir na sua decisão alimentar

Olhar triste de Frustração

A Frustração pode interferir na sua decisão alimentar

A frustração é definida como o impedimento do alcance de um objetivo, de uma satisfação. Este impedimento pode ocorrer em decorrência de obstáculos ambientais, sociais, emocionais e físicos. Independente do que causou a frustração a pessoa nem sempre apresenta uma reação positiva e pode desenvolver comportamentos de fuga, agressão ou de compensação. Estas reações podem trazer prejuízos para sua vida.
Diante de uma situação frustrante, a pessoa pode utilizar o alimento como forma de alívio para este momento.
Comer não consiste numa ação automática. Processos automáticos são involuntários, como os batimentos cardíacos ou o processo digestivo. Você não decide deixar seu coração bater e nem pode interromper o processo digestivo, porém você decide se vai comer ou não comer, o que vai comer e o quanto vai comer, desde que esteja lidando de forma construtiva com a frustração.
Para lidar com a frustração de forma construtiva é necessário refletir sobre a maneira como vem enfrentando os obstáculos na sua vida para identificar os benefícios e prejuízos desencadeados por esta forma de enfrentamento. Ao identificar mais prejuízos do que benefícios, é preciso primeiro aceitar que a dificuldade existe, para então, aprender formas construtivas de enfrentamento.
É importante rever as interpretações, buscar novos entendimentos, explicações e alternativas mais positivas diante dos obstáculos para o levantamento de outras formas de soluções e assim, não deixar que eles interfiram negativamente sobre sua decisão alimentar, levando você a comer em excesso ou comer alimentos que estejam fora do seu controle alimentar.
Lidar com a frustração de uma forma construtiva é um grande desafio nos dias de hoje, haja visto que aquelas pessoas que não conseguem superar os obstáculos estarão mais expostas à riscos a saúde física e psicológica. O Spa Sorocaba oferece acompanhamento na área psicológica.
Avaliação Psicologia pré-operatória para cirurgia bariátrica. Por quê?
O preparo psicológico do paciente obeso para a cirurgia bariátrica é fundamental para o sucesso deste tipo de intervenção, uma vez que, diante das primeiras complicações pós-operatórias do passado, para as quais os médicos não encontravam razões clínicas para explicá-las, é que a função do psicólogo foi reconhecida como uma intervenção necessária neste processo.
O objetivo do psicólogo é de avaliar e preparar o paciente para a cirurgia através da compreensão da dinâmica psíquica do paciente obeso, compreender o que é significativo em sua personalidade para poder contribuir com a equipe multidisciplinar e para o sucesso da cirurgia.
É necessário neste momento conhecer a história pessoal do paciente, buscar a reflexão sobre como se desencadeou a obesidade, as dificuldades físicas e emocionais atribuídas à ela como doenças associadas, dificuldade de locomoção e o sofrimento psicológico. Identificar e desenvolver habilidades para estabelecer um novo tipo de relação com o alimento que não seja de punição, recompensa ou alívio para sentimentos desagradáveis como tristeza, agressividade, raiva e autodepreciação.
A relação com o próprio corpo e os sentimentos emergidos que se perpetuam podem aparecer no pós-operatório, devido ao rápido emagrecimento. Buscar a compreensão deste novo corpo através da percepção adequada dele para propiciar uma nova imagem corporal necessária neste momento.
Desenvolver e aprimorar sua capacidade de expressar seus sentimentos e pensamentos, identificar novas formas de lidar com as perdas e frustrações e desenvolver novas habilidades para escolha alimentar.
O reconhecimento da cirurgia, desde que bem indicada, como solução para diversos problemas é necessária no momento para que não passe a enxergá-la como um inimigo, o qual ele terá que lutar contra, de agora em diante.
A conscientização sobre a necessidade da mudança de comportamento em relação a comida, o controle alimentar necessário pós-cirúrgico, a necessidade do abandono de um estilo de vida sedentário, muitas vezes imposto pela própria obesidade e a reflexão sobre o equilíbrio emocional são pré-requisitos para o sucesso da cirurgia e para uma vida mais saudável e feliz.

WhatsApp chat