Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

O que eu gostaria de saber sobre rótulos nutricionais e ninguém nunca me falou

Nutrição
rótulos nutricionais

O que eu gostaria de saber sobre rótulos nutricionais e ninguém nunca me falou

DICAS DE RÓTULOS – COMPRAS NO SUPERMERCADO – ORGANIZAR DISPENSA E PLANEJAR CARDÁPIOS

 

Ter a dispensa cheia é sempre bom; porém as disposição dos alimentos podem influenciar na dieta e na saúde da família. Para evitar isso, é importante saber organizar as compras de forma que as opções mais calóricas fiquem escondidas e as mais saudáveis fiquem mais visíveis.

Para manter uma alimentação mais saudável e balanceada, devemos fazer um planejamento do cardápio da semana,  e depois fazer a lista de compras, para ir ao supermercado.

Na hora de fazer as compras, é importante escolher os produtos que irão ser consumidos pela família para evitar desperdício, e ficar atentos às informações nutricionais, descritas no produto.

Segue uma lista de produtos que não podem faltar na sua dispensa:

– Arroz integral, cereais encontrados facilmente  nos supermercados como: Cevadinha, Trigo em Grão, Arroz Negro, Quinoa em Grãos, Arroz Selvagem e multicereais;

– Feijão , lentilha, grão de bico, feijão branco, feijão preto, ervilha seca, pão integral, massa integral, farinha integral, cereal matinal sem adição de açúcar;

– Sementes: castanha, amêndoas, nozes, chia, gergelim, linhaça, amaranto, aveia, quinoa, germe de trigo;

– Frutas Secas: uvas passas, ameixa seca, damasco;

– Leite pode ser: Semi desnatado e Desnatado;

– Atum em água : sendo uma fonte de Proteína, rápida e prática;

– Sucos sem adição de açúcar ( como o suco de uva integral);

– Barras de Cereais, dando preferência às com menos teor de açúcar, gorduras e mais quantidade de fibras;

– Ervas secas : Orégano, Tomilho, Canela e Páprica;

– Chás vários sabores;

– Geléia sem adição de açúcar e 100% fruta

– Requeijão light;

– Ricota.

Os alimentos que ficam em potes podem ter etiquetas com o nome e a data de validade do produto.

 

RÓTULOS NUTRICIONAIS

Os rótulos nutricionais são instrumentos de promoção da saúde pública e de garantia dos direitos dos consumidores que tem como principal objetivo fornecer informações que sejam capazes de auxiliá-los  na seleção de alimentos mais apropriados para uma alimentação adequada e saudável.

A rotulagem no Brasil tem como objetivo facilitar o entendimento dos consumidores sobre as informações nutricionais nas embalagens de alimentos.

Sempre devemos observar nos rótulos o valor calórico (kcal) ou valor energético (kJ.) que indica a quantidade a ser usada  por porção. Na tabela nutricional, os ingredientes que estiverem  no início são os que tem maior quantidade no produto.

No último mês de agosto, a Anvisa realizou uma reunião com os membros do Grupo de Trabalho que discute o tema e que apresentaram propostas para melhorar a rotulagem.

Os modelos de rotulagem frontal ( que viriam na frente da embalagem), são adaptações dos padrões utilizados no Reino Unido e no Chile, principalmente.

No Reino Unido é utilizado um sistema de semáforo nutricional, enquanto o Chile adota o modelo de advertências. Porém ,há ainda outros modelos que podem ser usados no Brasil.

Um dos desafios do trabalho é avaliar o que funciona melhor na hora em que o consumidor olha para a embalagem e precisa decidir o que levar para casa.

Atualmente, não há estudos científicos publicados que comparem a efetividade dos modelos neste aspecto da compreensão e promoção das escolhas alimentares mais adequadas para a população brasileira.

A primeira consideração diz respeito à necessidade de integrar o processo de revisão dos regulamentos de rotulagem dos alimentos.

Com isso o  consumidor poderia escolher produtos de acordo com sua necessidade, e  ajudaria a combater as Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT) como diabetes, hipertensão e obesidade, por exemplo.

Essa abordagem traria inúmeras vantagens do ponto de vista regulatório, mas também existem diversos obstáculos que necessitam ser considerados, a fim de garantir sucesso na sua execução.

Prós e contras da unificação do processo de revisão da legislação de rotulagem de alimentos:

  • Reduz duplicidade de esforços para tratar problemas similares.
  • Facilita a adoção de regras mais uniformes e integradas.
  • Reduz o estoque regulatório e facilita sua gestão.
  • Auxilia na redução dos impactos e dos custos para implementação normativa.
  • Necessidade de conciliar a situação com a abordagem utilizada no Mercosul.
  • Requer conciliação de diversos aspectos técnicos com elevada complexidade.

Mas, como consumidores, esperamos que essa mudança facilite a leitura do rótulos, para podermos efetuar compras mais seguras.