Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Pele, saiba algumas doenças e seus tratamentos!

Medicina e Saúde
pele

Pele, saiba algumas doenças e seus tratamentos!

A Pele? 

 

A pele pode ser classificada conforme sua apresentação de hidratação, podendo ser:

PELE NORMAL-  Geralmente encontrada em crianças, este tipo de pele apresenta pH equilibrado, ou seja, secreções sebáceas e sudoríparas em equilíbrio. Não apresenta dilatação dos poros, nem flacidez, e sua textura é fina e suave.

PELE OLEOSA- Este tipo de pele apresenta poucas rugas profundas,apresenta o pH desequilibrado,ou seja,com excesso de secreção sebácea. Caracteriza-se por pólos dilatados e comedões (cravos), superfície espessa e brilhosa, propensa a infecção bacteriana.

PELE SECA- É uma pele que apresenta carência hídrica, apresenta pH alterado,insuficiência de secreção sebácea, textura áspera e seca ao tato, também apresenta rugas finas.

 

Características da pele relacionadas ao pH

 

PELE NORMAL-  Possui uma defesa bactericida caracterizada por um pequeno grau de acidez (pH7-neutro)

PELE SECA OU ALÍPICA- Possui acidez acentuada (pH ácido 0)

PELE OLEOSA OU LIPÍDICA- Possui uma ausência desta acidez (pH alcalino-14,predispondo-a a afecções como a proliferação da acne.

O maior ou menor grau de acidez ou alcalinidade é indicado pelo símbolo pH. Na cosmetologia,as substâncias são formuladas objetivando o equilíbrio fisiológico do pH cutâneo. A estética facial busca trazer esse equilíbrio para a pele.

 

Algumas doenças de pele:

 

Foliculite

 o-que-e-foliculite

É a infecção dos folículos pilosos causada por bactérias. A invasão bacteriana pode ocorrer espontaneamente ou favorecida pelo excesso de umidade ou suor da pele,por raspagem dos pelos ou por depilação

Atinge crianças e adultos,podendo surgir em qualquer localização onde existam pelos,sendo freqüente na área do pelo facial (homens) e na região da virilha(mulheres).

Tratamento

O tratamento para casos leves é feito com alta freqüência de higiene da área afetada e com uso de sabonetes antissépticos.Algumas lesões podem necessitar de drenagem cirúrgica feita pelo dermatologista. O esteticista pode atuar nos tratamentos de pele que busquem normalizar o pH,auxiliando no combate à foliculite.

 

Psoríase

 A psoríase é uma doença da pele bastante freqüente.Atinge igualmente homens e mulheres,principalmente na faixa etária entre 20-40 anos,mas pode surgir em qualquer fase da vida. Sua causa é desconhecida. psoriase

Fenômenos emocionais são frequentemente relacionados com o seu surgimento ou seu agravo,provavelmente atuando como fatores desencadeantes de uma predisposição genética para a doença. Cerca de 30% das pessoas que tem psoríase relatam histórias de familiares também acometidos. Não é uma doença contagiosa e não há necessidade de evitar o contato físico com outras pessoas.

Tratamento

Não existe uma forma de acabar definitivamente com a psoríase,mas é possível conseguir uma remissão total da doença,conseguindo-se uma cura clínica.Somente um dermatologista saberá o melhor tratamento.

 

Pitiríase

É uma patologia cutânea de causa desconhecida. Ela é classificada como:

Pitiriase Alba: São manchas brancas e ásperas com descamação fina.

Pitiríase Versicolor– Manchas amarelas e acastanhadas

Pitiríase Rósea de Gilbert– De causa desconhecida, caracteriza-se por erupção aguda. O maior número de casos ocorre durante o outono e inverno.

Tratamento 

Para o tratamento da pitiríase Alba, é importante aplicar hidratante, filtro solar, suspender o uso de sabonetes e evitar banhos demorados e de alta temperatura.

Para o tratamento da pitiríase versicolor, além de bastante hidratação e aplicação de filtro solar é importante o uso de antifúngicos.

Para a pitiríase rósea- Essas lesões desaparecem espontaneamente em seis ou oito semanas,mas podem persistir por mais tempo.Hidratantes e alguns cremes específicos podem ajudar a diminuir a coceira. As recidivas são raras.

 

Micose

 É uma infecção de pele causada pelo fungo dermatófito,este se alimenta e sobrevive de células mortas da pele. Este tipo de fungo causa a infecção e prolifera-se em condições úmidas e escuras,é uma doença contagiosa,pois pode ser transferida para outra pessoa por meio do contato direto.

O nome científico da micose é Tínea, normalmente seguido pela parte do corpo afetada.

Exemplos:

Tínea pedis: afeta os pés

Tínea corporis: afeta o corpo

Tínea capitis: afeta o couro cabeludo  

 

Como evitar as micoses

Secar sempre muito bem após o banho as dobras de pele como as axilas, as virilhas e os espaços interdigitais (espaço entre os dedos dos pés)

Evite ficar com roupas molhadas por muito tempo

Evite o contato prolongado com água e sabão

Não use objetos pessoais de outras pessoas

Não ande descalço em pisos constantemente úmidos

Observe a pele e pelos de seus animais de estimação

Qualquer alteração como descamação ou falhas no pelo,procure o veterinário.

Evite mexer com a terra sem usar luvas.

Use somente o seu material em procedimentos realizados pelo profissional de estética de unhas.

Evite usar calçado fechado o máximo possível. Opte pelos mais largos e ventilados.

Evite roupas quentes e justas

Evite tecidos sintéticos,principalmente nas roupas íntimas,prefira sempre tecidos leves como o algodão.

Tratamento  

 O tratamento vai depender do tipo de micose e deve ser determinado por um médico dermatologista. Evite usar medicamentos indicados por outras pessoas,pois podem mascarar características importantes para o diagnóstico correto da sua micose,dificultando o tratamento.

As micoses das unhas são as de mais difícil tratamento e também de maior duração,podendo ser necessário manter a medicação por mais de doze meses.A persistência é fundamental para se obter sucesso nestes casos.

 

Eczema de contato

Também conhecida como dermatite de contato é uma reação inflamatória que ocorre devido ao contato da pele com um agente causador de irritação(eczema por irritante primário ou alergia-eczema alérgico).

 

Tratamento

 O tratamento de eczema de contato depende do tipo (irritativo ou alérgico) e da fase em que se encontra (agudo,subagudo ou crônico),variando de acordo com cada caso,e deve ser determinado pelo médico dermatologista.

 

Herpes

 O herpes é uma infecção causada pelo Herpes simplex vírus. O contato com o vírus ocorre geralmente na infância,mas muitas vezes a doença não se manifesta nessa época. O vírus atravessa a pele e,percorrendo um nervo periférico,instala-se no organismo de forma latente até que venha a ser reativado. Essa reativação pode ocorrer devido a diversos fatores desencadeantes,tais como: exposição à luz solar intensa,fadiga física e mental,estresse emocional,febre ou outras infecções que diminuam a resistência orgânica.

Tratamento

O tratamento deve ser orientado pelo médico infectologista ou dermatologista. É ele quem pode determinar os medicamentos mais indicados para a doença, esta é contagiosa e deve-se evitar o contato direto com a região afetada.

 

Câncer de pele não Melanoma

O câncer de pele não melanoma é o tipo mais comum de câncer. Em 90% dos casos está relacionado a excessiva exposição solar nos horários entre as 10 horas da manhã e 15 horas da tarde(raios ultravioletas). Geralmente é uma lesão visível , o que facilita o seu diagnóstico e tratamento precoce.

 

cancêr de pele não melanoma (1)

 

Como prevenir o câncer de pele

– Evite os raios ultravioletas

– Use sempre um bloqueador solar com FPS no mínimo de 15,reaplicando após transpirar muito ou entrar na água.

– Use óculos com lentes escuras de boa qualidade para proteger os olhos e pálpebras.

– Use batom ou creme labial com bloqueador solar para proteger os lábios.

–  Cuidado com o bronzeamento artificial pois este produz radiação ultravioleta,causando os mesmos efeitos nocivos dos raios solares, se utilizado em excesso.

Tratamento

É importante procurar o Oncologista que é o médico especializado para tratamento no início da doença.  

 

Acne

 É uma doença inflamatória crônica ou genética que ocorre na unidade do folículo pilos sebácea,e acontece frequentemente na adolescência, em decorrência dos distúrbios hormonais andrógenos e estrógenos. Geralmente aparece em regiões do corpo que apresentam maior oleosidade com áreas seborréicas. As lesões se mostram como:comedões,pápulas,pústulas,cistos,nódulos e cicatrizes.

Fatores que podem causar Acne:

– Endócrinos

– Metabólicos

– Alérgicos

– Gastrointestinais

– Infecciosos

– Tóxicos

– Medicamentosos

– Psicossomáticos(estresse,raiva e depressão)

 

O quadro clínico da Acne pode ser dividido em quatro estágios:

Comedônica- Acne grau I: Com cravo, sem lesões inflamatórias (espinhas)

Pápula pustulosa- Acne grau II: cravos e “espinhas” pequenas,com pequenas lesões inflamadas e pontos amarelos de pus (pústulas)

Nódulo- Cística- Acne grau III : Cravos, “espinhas” pequenas e lesões profundas,dolorosas,avermelhadas e inflamadas.

Conglobata- Acne grau IIII: Cravos, “espinhas” e lesões mais profundas,que podem chegar a um aspecto desfigurante.

Tratamento

O tratamento pode ser determinado dependendo do grau pela dermatologista com a ajuda de uma esteticista. A limpeza de pele deve ser realizada sempre que possível.