Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Fascite Plantar tem cura?

fisioterapia ortopédica

Fascite Plantar tem cura?

 

Fascite Plantar tem cura?

Antes de responder a está questão que muitos de vocês podem vir a fazer, precisamos estabelecer o que exatamente consiste nesta afecção do nosso pé. Trata-se de pequenos traumas repetitivos e alterações degenerativas na origem da fáscia plantar (sola do pé), levando à inflamação local. A fáscia é uma banda fibrosa e firme que sustenta e mantém o arco plantar de pé. Os sintomas comuns são dor embaixo do calcâneo, pior pela manhã ao iniciar a marcha, melhora após os primeiros passos ou permanecer longos períodos na mesma posição (em pé, sentado ou deitado); Dor na sola do pé após e/ou durante atividade física; Dor a palpação da sola do pé e calcanhar; Rigidez e tensão na sola do pé. Além disto, pode estar associado com inchaço local.

Algumas alterações biomecânicas estão intimamente ligadas a inflamações na fáscia e principalmente a um mau amortecimento de impacto que sobrecarrega essa estrutura.

– Pé muito cavo (2% da população);

– Pé chato (14% da população) e pisada hiperpronada;

– Sobrepeso (21,3% dos homens acima de 100 kg sentem sempre dores nos pés);

– Calçados inadequados e atividade física repetitiva e de alta intensidade (34% dos homens e 27,5% das mulheres têm dores na sola dos pés após atividade física contínua).

A partir de uma avaliação com um fisioterapeuta especializado, a causa da sua fascite estará conhecida e o tratamento será mais efetivo e mais rápido. Conhecendo o seu perfil biomecânico da pisada/corrida através do exame baropométrico, o plano de tratamento fica mais específico e preciso para alívio dos sintomas e prevenção de reincididas. Portanto a fascite plantar tem cura SIM, basta uma avaliação criteriosa, aplicação do tratamento e comprometimento do paciente para completar o programa de reabilitação.