Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Reabilitação Psicológica do Paciente Hipertenso

Núcleo de Psicologia e Psiquiatria

Reabilitação Psicológica do Paciente Hipertenso

 

As Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial recomendam que o tratamento do hipertenso seja realizado dentro de uma abordagem multiprofissional. Baseado nessas diretrizes o Setor de Psicologia da Saúde do SPA Sorocaba oferece, além do acompanhamento médico, o tratamento de Reabilitação Psicológica do Paciente Hipertenso com o objetivo de minimizar os fatores de risco que contribuem para o desenvolvimento da doença ou para o seu agravamento. A hipertensão é uma condição complexa e perigosa, que pode levar a várias outras doenças, dentre elas o enfarte. Cinco são os  fatores de risco para ocasionar o enfarte: hipertensão, fumo, obesidade, colesterol elevado e diabetes.

O tratamento psicológico consiste em promover e/ou manter a motivação do paciente, aderência ao tratamento, desenvolver e treinar habilidades para resistir as situações de risco,  controlar o stress e  estados depressivos e de ansiedade anteriores  e/ou decorrentes ao diagnóstico e tratamento.Reabilitação Psicológica do Paciente Hipertenso

É de grande importância parar de fumar, ter uma dieta saudável, reduzir o excesso de peso e controlar o nível de stress que o diagnóstico e o próprio tratamento possam causar a este paciente.

O auxílio ao paciente hipertenso deve proporcionar uma oportunidade para refletir,  elaborar  e desenvolver estratégias para lidar com essa nova condição de vida. É fundamental proporcionar a este paciente o acolhimento, apoio e um espaço onde ele possa processar e expressar seus conflitos, medos, fantasias e angústias em relação à doença, tratamento e seu  prognóstico.

Essas ações tornam os aspectos psicológicos e comportamentais mais adequados à condição do paciente hipertenso e pode contribuir no seu tratamento e na sua qualidade de vida.

 

Objetivos do tratamento de Reabilitação Psicológica do Paciente Hipertenso

 

Auxílio para refletir, identificar, compartilhar, elaborar e desenvolver estratégias para lidar com essa nova condição de vida;

Proporcionar a este paciente apoio e um espaço onde ele possa processar e expressar seus conflitos, culpas, medos, fantasias e angústias em relação à doença, tratamento e seu prognóstico;

Auxilio para distinguir o que é e o que não é possível controlar, canalizar suas energias para providências importantes como consultas médicas, realização de exames ou mudanças necessárias no seu estilo de vida, como parar de fumar;

Auxílio na adaptação às mudanças necessárias em relação rotina alimentar, de sono, social, familiar, afetiva, de trabalho ou estudo e de autocuidado, permitindo a oportunidade de participar ativamente nas decisões tomadas durante todo o tratamento;

Avaliar stress, angústia, ansiedade e depressão e minimizá-lo através de técnicas da TCC- Terapia Cognitivo Comportamental e promover a melhora da qualidade de vida.

 

Cláudia P. S. Nogueira

Psicóloga-CRP 06/32758

WhatsApp chat