Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Entenda o efeito EPOC

Educação Física
Efeito EPOC

Entenda o efeito EPOC

O efeito EPOC

Segundo a Organização Mundial da Saúde, saúde não é apenas a ausência de doenças, mas sim o estado de completo bem-estar físico, mental e social.

Nos últimos anos, houve o grande crescimento de uma doença que atinge pessoas de todas as idades, raças e gêneros tanto em países desenvolvidos como em subdesenvolvidos, a obesidade, que é o acúmulo excessivo de tecido adiposo trazendo prejuízos à saúde do indivíduo.

Ela é considerada uma doença multifatorial, crônica e não transmissível e está relacionada com diversas doenças como osteoartrite, hipertensão, aumento dos níveis de colesterol e de outras gorduras do sangue, diabetes, doenças cardíacas, alguns tipos de câncer e aumento de morte prematura, além de contribuir para problemas emocionais como baixa auto-estima, isolamento social e depressão.

O aumento de pessoas obesas ou com pré-obesidade pode ser justificado devido às mudanças ocorridas no último século.

Com o crescimento da indústria alimentícia, aliado a isso, também houve mudanças significativas na relação do indivíduo com a prática de exercícios físicos, já que o seu estilo de vida passou a ter características cada vez mais sedentárias em decorrer da mecanização da maioria das atividades diárias.

De uma forma geral, as pessoas passaram a se movimentar cada vez menos e consumir cada vez mais, elevando a taxa de obesidade a um ponto que se tornou uma ameaça à Saúde Pública.

Neste sentido, é importante a conscientização da população em relação a manter hábitos alimentares saudáveis e prática regular de exercícios físicos.

Efeito EPOC

Para os indivíduos que já enfrentam a doença, é necessário que ocorra o emagrecimento, ou seja, a redução da massa gorda através de um balanço energético negativo, uma das formas de se alcançar o déficit calórico é controlando fatores ambientais, como a ingestão energética e a realização de exercícios físicos, gerando um maior dispêndio energético diário e mobilização do tecido adiposo.

Atividades que estimulam o efeito EPOC

O treinamento resistido é uma forma de auxiliar no combate a obesidade, visto que por meio da sua prática irá ocorrer maior dispêndio energético diário, promovendo benefícios no processo de emagrecimento.

O treinamento resistido consiste na prática de exercícios organizados de forma sistemática com o objetivo de preparar e disciplinar o corpo a se mover adequadamente contra uma força de resistência.

O treinamento resistido é recomendado para a redução e manutenção do peso corporal.

O treinamento resistido promove o aumento do gasto calórico no momento da atividade, o aumento de massa muscular, a diminuição do percentual de gordura e o aumento nos níveis de excesso de consumo de oxigênio pós-exercício (EPOC) o que favorece o emagrecimento e, consequentemente, o controle de obesidade.

Devido às características do treino resistido, o processo de recuperação pós-treino gera um maior impacto sobre o EPOC em decorrer da restauração do estoque de oxigênio sanguíneo e muscular.

WhatsApp chat